segunda-feira, abril 11

Gostar de inovar

Confesso que a vertente “diarista” que é mais facilmente associada aos blogs, não me atraiu quando a Mónica começou a partilhar comigo o seu entusiasmo por este meio de comunicação e quando ainda eram poucos os que a conheciam e menos ainda os que a usavam em Portugal. Porém, cedo verifiquei que havia muito potencial nesta ferramenta que de repente nos era oferecida e que podíamos explorar para os mais variados fins.

Confesso que primeiro me tornei leitora, observadora (voyeur) dos blogs dos outros, e logo depois porque gosto de experimentar coisas novas, achei que era uma boa altura de testar a sua utilidade como ferramenta de apoio às aulas. Com o sempre precioso e indispensável apoio da Mónica, surgiu o “pensar e discutir” e depois o “pensar discutir2”.

Esta minha primeira incursão no mundo da blogoesfera, foi limitada e continuei a manter-me numa posição “utilitarista”, mas não entusiasta. Os “pensar e discutir” cumpriram a sua função principal de repositório onde os alunos podiam ir buscar materiais, mas não foram o espaço de discussão que o nome sugeria (a culpa é toda minha porque não a estimulei, por várias razões, mas a falta de tempo é a principal... é que estas coisas consomem muito tempo!).

Mas à medida que o B2OB crescia e eu passei da categoria de “voyeur” para outra pior, a de “parasita” (isto é, quando não me lembro de onde está a informação que preciso, vou lá ver que se calhar já a Mónica encontrou e registou), fui-me apercebendo também que a ferramenta estava mais rica e mais fácil de usar.

E foi assim que decidi arriscar nesta edição do GUS e do GPF uma abordagem totalmente diferente à disciplina “Sistemas de Informação”. Tendo em consideração os perfis dos alunos, por que não centrar a abordagem na Gestão de Informação ao nivel do Individuo, em vez da habitual abordagem à Gestão de Informação nas Organisações?

E assim surgiu este “outro espaço”, base de apoio ao trabalho que se iniciou com os alunos. E desta vez sim, parece-me que iremos a partir desta “experiência pedagógica” inovadora, ficar com algo mais: uma Comunidade (de prática) de pessoas interessadas em partilhar informação, experiências, vivências... e dessa forma a enriquecer o seu conhecimento em áreas do seu interesse e ou a criar interesse por áreas antes desconhecidas.

É esse o potencial desta ferramenta! Eu gostei da experiência. E vocês?

MJ Barrulas

10 Comments:

At 7:57 da tarde, abril 11, 2005, Blogger gus_alicepcunha said...

Drª Joaquina e Drª Mónica
O desconhecimento desta ferramenta e os conhecimentos limitados de informática criaram em mim, numa fase inicial, um sentimento de incapacidade na criação de um Blog e muito mais incapacidade na criação de um espaço de partilha de informação.
Neste momento, sou uma entusiasta do mundo dos Blogs, mas com muito ainda para aprender nesta área.
A nível pessoal, revelou-se um excelente meio de formação numa área de interesse profissional, através da reflexão, pesquisa e partilha de informação.
Pode tornar-se também um exelente contributo no desenvolvimento de competências.

Boa semana.

 
At 10:43 da tarde, abril 11, 2005, Blogger mofs said...

Era tudo novidade e agora deixou de o ser um pouco, mas todos os dias aprendemos um pouco mais e nunca aprendemos tudo. É esse o lado bom do conhecimento. Cada dia que passa temos um pouco mais e sentimos que ainda é pouco.
Obrigada por nos apresentarem esta ferramenta que a cada dia que passa tento saber onde ir mais além com ou através dela.
Estou a gostar da experiência e não penso ficar por aqui.
Já uma colega dizia que isto é viciante, e eu digo mais é um vício útil e prático...

 
At 2:47 da manhã, abril 12, 2005, Blogger Ricardo said...

Esta ferramenta, revelou-se talvez o essencial da cadeira e da minha opinião de toda a aprendizagem adquirida. Ao príncipio era tudo muito confuso, parecia que estavamos a aprender a escrever outra vez, parecis que não sabia nada, mas agora passado mais ou menos 2 meses, já tudo é diferente, foi uma experiência muito enriquecedora e interessante, a nível pessoal e profissional.

 
At 2:46 da tarde, abril 12, 2005, Blogger batista said...

Sem dúvida alguma que concordo com os meus colegas. Esta ferramenta sem dúvida alguma que me ajudou bastante para construir o meu blog, é claro que ainda yenho muito a aprender mas com esta interação que encontramos tanto com os colegas tanto com os professores é fundamental para que me entusias-me no mundo dos blogs! Pessoalmente é muito enriquecedor !

 
At 11:11 da tarde, abril 17, 2005, Blogger scosta said...

Prof. Drª Joaquina e Drª Mónica
Após um mês de ausencia forçada devido a uma cirurgia, cá volto às lides do blogar.
Não apresentei o meu blog e não sei se consigo cumprir com a entrega do relatório dia 20.
Gostaria que vesitassem o meu blog e opinassem.
Neste momento tenho deficuldades em relação a muita coisa, mas a minha principal passa por em casa não ter acesso a fontes de informação referidas durante as aulas.
Uma coisa eu tenho como certa, o blog é um excelente arquivo das nossas pesquisas.
saudações

 
At 12:26 da tarde, abril 18, 2005, Blogger Paula M. said...

Olá!
Eu adorei a descoberta desta ferramenta. Já tinha ouvido falar mas nunca tinha prestado muita atenção e desconhecia as enormes potencialidades como instrumento de trabalho. Confesso que no início do trimestre fiquei um pouco desiludida pois esperava outra coisa da disciplina, mas agora, acredito que foi uma excelente opção por parte da Professora Joaquina e por estar plenamente enquadrada. Estou a adorar este mundo da blogosfera e só tenho pena de, até agora, não me ter podido dedicar tanto quanto gostaria pelas minhas condicionantes pessoais (isto de ser mãe tem muito que se lhe diga!). No entanto, tenho plena certeza que o meu blog iniciado como requisito de avaliação no GUS terá continuidade na minha vida profissional e espero que também este 'outroespaço' não termine, agora que a sua função principal está a chegar ao fim, e sim, continue como elo de ligação para que a rede que estabelecemos não se rompa. Obrigado à Professora Joaquina por ter arriscado na sua disciplina a utilização desta nova ferramenta; obrigado à Professora Mónica pela sua enorme atenção e paciência e por nos iniciar nestes domínios; e também obrigado à Professora Isabel que nos incutiu e reforçou a importância da pesquisa bibliográfica e os diversos meios disponíveis onde a efectuarmos. Vamos continuar!

 
At 6:52 da tarde, abril 18, 2005, Blogger Pedro Marques said...

Aprendemos todos uns com os outros e, em cada dia que passa, as descobertas surgem mais intensas, mais profundas e mais ricas.
Claro que a imaterialidade destes espaços, nomeadamente o OUTROESPAÇO, é um património incomum.
De resto, num Mundo cada vez mais intenso, frenético e intrépido, seria um acto de estupidez (e de falta de lucidez) ignorar a importância que teve para todos e para cada um de nós a aprendizagem que fizémos dessta ferramente.
E, de repente, o imaterial torna-se património concreto, tangível, objecto de aferiação e quantificação.
É isso que fica patente na notação que iremos ter, fruto do trabalho que efectuámos.
Não há que ter receio. Não há que ter "O Medo de Existir" de que fala José Gil.
Aqui, tudo fica claro, e o "nevoeiro" de fala o filósofo dissipa-se e torna-se matéria a 3 e 4 dimensões. Como é possível?
Pela coragem, pela determinação, pelo esforço, pelo talento (tantas vezes encoberto e/ou envergonhado).
Pelo sim, pelo não, no país que foge aos "registos", eis um espaço, um OUTROESPAÇO que foge à fuga sistemática dos fugitivos da inscrição.
Aqui fica o meu - ao lado do nosso, colectivo - registo de agradecimento. E de alento para novos passos, novas caminhadas, neste mundo agora concreto (outrora tão inigmático quanto sorumbático) que passamos a conhecer e a dominar melhor.
Valeu a pena. Vai continuar a valer!...

 
At 8:45 da manhã, abril 20, 2005, Blogger PC said...

Isto do blog, é preciso "mexer", para se aprender a gostar e a sentir a sua utilidade... É isto que sinto... Nesta fase final em que tive por imperativo "mexer" mais, penso que despertei o interesse e descobri melhor a sua utilidade.
Sou de opinião que o "outro espaço" após ter cumprido a sua missão inicial,deve ficar disponível!
Um abraço

 
At 10:54 da tarde, abril 25, 2005, Blogger SIQ said...

Admito que, de inicio não gostei, nada da ideia, de criar um Blog! E as minhas primeiras Viagens não correram da melhor forma.
Depois passei à fase entusiasta, e fiquei presa na rede da Blogmania!
Depois no 1º Contacto com a selecção das Fontes, caí vertiginosamente, queda esta que foi traumatica e quase desisti! Um Pouco com a base da lei do Chicote, porque preciso de fazer a disciplina, lá voltei ao trabalho!!
Neste momento, poderia estar aliviada por chegar ao fim, mas não!Agora é que vou aderir verdadeiramente á blogosfera!

Como resultado de tantos altos e baixos, o balanço é extramamente positivo, e sem dúvida, a nova arma que possuimos, tornanos guerreiros, sem dúvida mais preparados, para vencer, a Guerra, mas com estratégia!!!

Bem haja! Por partilharem conosco, as verdadeiras fontes do Saber! Porque é da partilha que nasce o verdadeiro conhecimento

Boa Semana!

Sandra-GPF

 
At 11:53 da tarde, abril 26, 2005, Blogger CSF said...

Inicialmente esta experiência pelo desconhecimento era frustrante por não conseguir compreender o seu funcionamento, mas à medida que fomos compreendendo como funcionava tornou-se como alguém dizia que um colega (eu) é viciante.
Esta ferramenta de grande utilidade individual e profissional permite guardar os conhecimentos como se tratasse de “arrumar uma prateleira por secções” o que facilita o acesso quando necessário a sua consulta. É um meio de formação pois permite pesquisa e partilha de informação.
Agora que terminou a parte lectiva, gostaria que este Outro Espaço pudesse continuar disponível, para um elo entre a turma.

Agradeço as professoras por esta partilha deste novo conhecimento, que afinal desconhecido tornou-se agora familiar. Catarina S.F

 

Enviar um comentário

<< Home